BeM vindos

novidade

EVENTOS PRÓPRIOS

ALAD

EVENTOS

AUSPICIADOS

    EVENTOS PARA

    Difusaõ

    • Nova página
      ALAD tem uma nova homepage, com um novo endereço web www.aladlatam.org

    MAGAZINA ALAD

    A Revista de la ALAD, Asociación Latinoamericana de Diabetes é a revista oficial da Associação Latino-Americana de Diabetes (ALAD). A revista procura fomentar a geração e disseminação do know-how sobre diabetes e suas complicações na América Latina. A revista publica pesquisas originais nas seguintes áreas:

    Aspectos básicos Aspectos básicos e fisiopatológicos do diabetes e do metabolismo.
    Cuidados clínicos de pacientes com diabetes, suas patologias e complicações associadas.
    Epidemiologia do diabetes, seus fatores de risco e complicações.
    Além de artigos originais e relatos de casos, a revista publica resenhas, editoriais, bibliografia anotada e cartas para o editor. Os artigos publicados na revista são de interesse e utilidade para clínicos, pesquisadores, profissionais de saúde pública, psicólogos, educadores, epidemiologistas e tomadores de decisão em questões de saúde relacionadas ao diabetes.

    O ALAD Journal é uma revista trimestral, de acesso aberto e duplo-cego, revisada por pares, que considera para publicação trabalhos científicos em espanhol e inglês relacionados a todas as áreas do diabetes.

    EDIÇÃO ATUAL: janeiro-março, Volume 11, Número 1

    TESTEMUNHOS do 50º Aniversário

    50 anos de ALAD e seu significado na minha vida

    Vidas paralelas. Em 2020, quando a ALAD celebrou seu notável e frutífero 50º aniversário, eu também comemorei 50 anos como médico. E tenho a grande honra, um incrível presente de vida, de ter sido nomeado Presidente da ALAD em 2020. Logo depois de meio século desde sua criação.

    Em junho de 1970, recebi minha graduação médica e já tinha decidido entrar em Endocrinologia e Nutrição, aos 24 anos de idade. Dois meses como médico, com grande entusiasmo e ansiedade, me inscrevi no VII Congresso Mundial de Diabetes da IDF, que estava sendo realizado em Buenos Aires. Em 23 de agosto de 1970, foi realizada a Cerimônia de Abertura na Aula Magna da Faculdade de Medicina da Universidade de Buenos Aires, com palavras do presidente do congresso, o grande Virgilio Foglia, e ao seu lado estavam os Presidentes Honorários, Don Bernardo Houssay, primeiro Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia da América Latina, e Don Charles Erbert Best, que trabalhou com Frederick Banting em Toronto em 1921.

    O que eu não sabia na época era que havia outros notáveis ao meu redor que já haviam concordado em se reunir, em virtude do Congresso, para formar uma sociedade científica que unisse os profissionais latino-americanos em uma associação de diabéticos, que reunisse o espírito latino-americano. Estes amigos, que já tinham o ímpeto e a convicção para fazê-lo, reuniram-se em várias ocasiões entre 23 e 28 de agosto, e assim nasceu a “Associação Latino-Americana de Diabetes”, a ALAD.

    Ao longo dos anos, conheci, admirei e desfrutei do incrível povo de nosso continente, por seu calor, capacidade e capacidade de trabalhar com recursos escassos. Conheci países e compartilhei reuniões em congressos latino-americanos, onde estes grandes mestres me abraçaram, me ensinaram e me colocaram no caminho da ciência, da prática e da maneira ética de me conduzir.

    DR. JOSÉ ESTEBAN
    COSTA GIL

    Em uma semana ensolarada de agosto de 1970, o 7º Congresso da IDF e o SAD como organizador convergiram, com mais de 8000 colegas de todo o mundo e uma grande participação da América Latina.

    Uma contribuição científica bem sucedida (traduzida simultaneamente em cinco idiomas) e grandes momentos sociais e culturais.

    Os colegas latino-americanos e a SAD viram uma excelente oportunidade para organizar um trabalho de divulgação, pesquisa e padrões no tratamento de pacientes diabéticos, e assim nasceu a “ALAD”.

    Nestes primeiros 50 anos, uma memória carinhosa para aqueles que iniciaram este caminho e um abraço caloroso aos seus seguidores.

    DRA. Dora
    FOX

    Diabetologista argentino. Ela era membro da SAD e foi parte ativa da criação da ALAD em 1970.

    A celebração do 50º aniversário prestou homenagem às mulheres com carreiras excepcionais na Diabetologia latino-americana, que contribuíram com seus conhecimentos e experiência para a Associação desde sua criação, contribuindo para o crescimento e posicionamento da ALAD na região.

    Gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para agradecer a todas as mulheres que fazem parte da ALAD e cujos esforços e dedicação apóiam o cuidado integral das pessoas com diabetes na América Latina.

    DRA. CLARA EUGENIA
    PÉREZ GUALDRÓN

    Era um sonho dos gênios da diabetologia latino-americana criar uma associação científica latino-americana que reunisse os especialistas em diabetes da região, e isto foi realizado em 1970 com a fundação da ALAD.

    As gerações que se seguiram conseguiram fazer dela uma entidade científica de prestígio, respeitada regional e mundialmente.

    Esta excelente validade alcançada, que deixaria orgulhosos aqueles pioneiros de 1970, é o que estamos comemorando neste 50º aniversário da ALAD.

    DR. GUILLERMO
    ALZUETA

    ¿ainda não é membro?

    14 de Novembro DIA INTERNACIONAL DO DIABETES